O Caminho de Casa (2019) - Audio mixing and post production.

 

Film by Arlindo Horta

 

PT

Os açorianos são um povo de viagem. Viajam para se ligarem ao mundo. Viajam para sobreviver. Viajam para escapar à reclusão das ilhas. No entanto, não conseguem partir sem sucumbir, dias ou anos mais tarde, ao desejo de volta a casa - aos Açores.

 

Os escritores Joel Neto (ele próprio um açoriano que regressou a casa) e Catarina Ferreira de Almeida, juntamente com o realizador-antropólogo Arlindo Horta, durante o verão de 2018, foram ao encontro de 14 migrantes açorianos, em várias ilhas e nos Estados Unidos, para falar do sentimento de pertença que os une às ilhas, os modos reais e imaginados pelos quais eles regressam ao que entendem ser a sua terra natal.

 

Este é, afinal, um filme sobre como as pessoas encontram o seu caminho para casa de múltiplas e complexas maneiras.

 

EN

The inhabitants of the Azorean islands are a travelling people. They travel to connect with the world. They travel to survive. They travel to free themselves from the seclusion of the island’s limits. Yet, they cannot get away without, days or years later, yearning to be back home - in Azores.

 

Writers Joel Neto (himself an azorean who returned home) and Catarina Ferreira de Almeida, along with director-anthropologist Arlindo Horta, set out, in the summer 2018, to interview 14 azorean migrants across several islands in the Azores and in the United States, to speak about their feelings of belonging, the real and the imagined ways by which they return to what is perceived as their homeland.

 

This is a film about how people find their way home in multiple and meandering modes.

 

2019 Festival Caminhos do Cinema Português

 

75 Anos Jamor (2019) - Audio recording.

 

"Espaço de Emoções, Encontro de Gerações"

cliente: Instituto Português do Desporto e Juventude

agência: United Skills

 

«Estádio Nacional, 75 anos de Jamor»

 

Documentário produzido para assinalar os 75 anos deste emblemático Estádio, onde é traçada a sua história pelas vozes de atletas, ex-trabalhadores/as e utentes que nos contam, na primeira pessoa, as estórias dentro da história deste espaço carregado de emoção.

 

Com a participação de Carlos Lopes, Eugénia Coelho, Fernando Correia, Francisca Jorge, João Batista, João Pedro Pais, João Vieira Pinto, Nuno Delgado, Patrícia Mamona, Simone Fragoso e Tomaz Morais.

 

Homenagem a Norman Mclaren (2019) - Live Soundtrack.

 

Filme musicado ao vivo @ Cinema Charlot - Auditório Municipal de Setúbal, Portugal. Festival Film Fest 2019.

NFB - National Film Board of Canada & Pulsar - Film Fest

 

Mosaic, 1965 - 0:00

A Chairy Tale, 1957 - 5:47

Blinkity Blank, 1955 - 15:42

Neighbours, 1952 - 21:05

Loops, 1940 - 29:14

Boogie Doodle, 1940 - 32:05

 

Cesina Bermudes - Uma Vida Só Não Basta (2019) - Audio recording, mixing and post production.

 

Film by Margarida Almeida Bastos and Cristina Ferreira Gomes.

 

O percurso ímpar da primeira mulher portuguesa a doutorar-se em Medicina e pioneira das técnicas do parto sem dor

 

Nascida em 1908, Cesina Bermudes cedo se destacou pela postura irreverente e pelos valores éticos. Médica obstetra, teve um importante percurso científico aliado a um profundo empenhamento social e político na oposição ao Estado Novo. Afastada dos hospitais públicos por motivos políticos, chegou a ser presa.

O documentário descobre esta mulher notável que dedicou grande parte da vida à divulgação do método psicoprofiláctico do parto sem dor.

 

Duração: 52m

RTP

À Procura de António Botto (2019) - Audio recording and post production.

 

Film by Margarida Almeida Bastos and Cristina Ferreira Gomes.

 

Documentário de Cristina Ferreira Gomes sobre a obra de António Botto, autor fundamental da literatura portuguesa que escreveu sobre amor e desejo homossexual

 

Escritor "maldito", António Botto criou uma obra considerada controversa. "Canções", o seu livro mais conhecido, foi editado por Fernando Pessoa, mas acabou por ser retirado das livrarias e apreendido.

O documentário, filmado entre Portugal e Brasil, parte em busca da vida e obra deste autor fundamental da literatura portuguesa que escreveu sobre amor e desejo homossexual.

 

Duração: 56m

RTP

Balaou ​(2007) - Audio mixing assistant and post-production.

 

João M. Santos: Audio mixing assistant and post-production.

Balaou (2007) it´s the debut feature film of Gonçalo Tocha (1979), a doc-essay hommage to his deceased mother, that won 2 prizes in festival Indielisboa 2007 and it was considered by Variety one of the best 20 european films non-released in the US.

 

Produção: Gonçalo Tocha / Barca13

balaou, 77´, colour, 16:9, dv, 2007

 

Prémios

Indielisboa 2007 - Melhor Filme Português e Melhor Fotografia em Filme Português

Filminho 2007 - Melhor documentário

Exibição Comercial

Nova Iorque (USA): Novembro 2012

Festivais e Mostras

2007 Cinemateca Portuguesa

2007 Indielisboa

2007 Doc´s Kingdom

2007 Ponta Delgada, Açores

2007 Vancouver Int. Film Festival

2007 Viennale

2007 Festival Luso Brasileiro Santa Maria da Feira

2008 Bafici

2008 Belo Horizonte

2008 New Zealand Film Festivals

2008 Cine Clube de Faro

© 2020 João M. Santos. All rights reserved.